A Boa Carne

A Boa Carne

Projeto integra redes sociais, site e ações diretas aos consumidores de proteína vermelha

 

Uma iniciativa inédita por parte dos produtores de proteína vermelha espera popularizar os benefícios do consumo saudável de carne bovina, demonstrar as qualidades e diferentes maneiras de preparo de cortes e estimular a inclusão do prato no dia a dia dos brasileiros. ‘A BOA CARNE” é um projeto desenvolvido pela Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, em parceria com a Sal Consultoria, para a divulgação de todas as possíveis maneiras de consumir a proteína  e da importância da ingestão para a saúde.

 

O projeto teve início em fevereiro nas redes sociais e agora possui um endereço na internet, onde vídeos, fotos receitas, dicas e textos são publicados diariamente. Além disso, ‘A BOA CARNE’ parte agora para a segunda etapa, com a realização de ações diretas ao consumidor, como a participação em eventos e a instalação de terminal eletrônico para exposição do conteúdo e compartilhamento de receitas.

 

Luciano Vacari, superintendente da Acrimat, explica que ‘A BOA CARNE’ é a concretização de um projeto amplo que vem atender a demanda dos pecuaristas do Estado de divulgar a qualidade da carne produzida em Mato Grosso e, sobretudo, no Brasil. “Muitos países, como Uruguai, Argentina e Austrália já trabalham com uma estratégia de marketing visando mercados diferenciados de carne e, assim, agregando valor à produção. Percebemos a eficiência desta ferramenta e resolvemos investir. Afinal, temos o maior rebanho comercial, exportamos para mais de 80 países, mas faltava divulgar a qualidade do nosso produto”.

 

Outra expectativa é a valorização do pecuarista que, de acordo com Luciano Vacari, trabalha de sol a sol para levar a carne até a mesa dos brasileiros e do mundo. “Precisávamos dar este presente ao produtor, que vive para produzir e muitas vezes não tem esta dedicação reconhecida. Muito não sabem na hora que vão comer um churrasco ou um bom bife, o trabalho necessário para colocá-lo na mesa”.

 

As receitas, pesquisas, vídeos e fotografias são realizados pelo gastrônomo, fotógrafo e publicitário Thiago Suíço. Proprietário da Sal Consultoria Gastronômica, ele coordena a produção de conteúdo do projeto e explica que o principal desafio não é aumentar o consumo de carne, mas expor as inúmeras maneiras de prepara uma boa carne. “Queremos diversificar as possibilidades, mostrar os diferentes corte e adaptação. Não existe carne de primeira ou de segunda, mas sim boas formas de preparo”.

 

Com menos dois menos no Facebook, ‘ABOA CARNE’ já ultrapassou a marca de 6 mil seguidores e é acompanhado por internautas de países como Austrália e Itália também. Até junho deste ano, a intenção é atingir a marca de 15 mil seguidores coma publicação de cerca de 50 receitas com os 23 corte diferentes de carne.

 

O site pode ser acessado pelo endereço aboacarne.com.br e, além do Facebook, o projeto também está presente no Twitter e no Instagram.

 

PRECURSOR

 

Antes de lançar ‘A BOA CARNE’, porém, a Acrimat já investia na divulgação de receitas feitos à partir dos cortes de carne bovina, por meio do ‘Caderno de Receitas’. Com três edições publicadas, o Caderno de Receitas é um sucesso e possui mais de 10 mil exemplares distribuídos desde 2010.

 

Este projeto reuniu, ao longo das três edições, 70 diferentes modos de preparo da carne bovina e contou com a colaboração de mais de 30 chefes e cozinheiros da região.

 

1ª Edição -2010

2ª Edição – 2011

3ª Edição - 2013